quinta-feira, 5 de julho de 2007

F.E.A.R. - Análise de Jogo



Continuando com as minhas análises de games de tiro, desta vez irei falar sobre um jogo um pouco antigo, mas que apavora muitos joguinhos atuais, o F.E.A.R. (M.E.D.O. — jogando você vai entender o real sentido dessa palavra) — First Encounter Assault Recon — é simplesmente um jogaço! E pela primeira vez eu me assustei com uma menininha usando um vestido vermelho.É, assusta bastante mesmo... já machuquei meu joelho ao dar um pulo da cadeira e bater com ele na mesa... hehehe ...muito bom!! Proibido para os cardíacos.




A história de F.E.A.R. trata da fuga de um perigoso militar chamado Paxton Fettle, um carinha que se parece muito com um vampiro (mas não é) e que possui poderes psíquicos que lhe dão o incrível poder de controlar batalhões inteiros de soldados clones. Tornando-o um inimigo extremamente perigoso e poderoso. E devido a isso, a equipe F.E.A.R. entra em ação para tentar capturá-lo.



Mas aí vem a grande pergunta: Mas como enfrentar alguém que pode usar poderes psíquicos para controlar uma legião de escravos armados até os dentes? Bom, você tem algumas armas bastante poderosas para usar, mas que infelizmente possuem pouca munição, então às vezes o jeito é economizar para quando enfrentar aquele soldado mais forte usá-la. No restante, você tem pistola (pode usar até 2 ao mesmo tempo), shotgun, rifle, submetralhadora (uma RPL leve), entre outras. Mas infelizmente não dá pra ser um “exército de um homem só” e carregar uma porrada de armas diferentes, você só pode carregar até 3 armas. Então se aquela sua shotgun acabou a munição, ache outra arma e troque por ela.



Granadas e minas de proximidade também estão disponíveis, então, desculpe o trocadilho, mas vou ter de usá-lo, não tenha M.E.D.O. de varrer aquela sala cheia de soldados inimigos com a boa e velha granada. Há também o combate corpo a corpo, bom para os momentos em que sua munição acabou e a demora em recarregar a sua arma pode decretar sua morte, então abuse das coronhadas, dos chutes, voadoras e rasteiras, todos os movimentos são realizados com combinações de teclado e mouse.



A A.I. do jogo também é muito boa, pois não pensem que os inimigos dão mole. Pois até fachos de luz da lanterna eles sacam como algo anormal e vão te seguir. Também é interessante observar que muitas vezes ficam um ou dois soldados atirando em você pela frente quando os outros fazem a volta para pegá-lo pelas costas. Uma A.I. muito bem aplicada.



Outro elemento que dá a grandiosidade a este titulo são os sustos e as alucinações. Ver a tenebrosa Alma (sim, aquela garotinha de vestido vermelho que assusta mais que a Kayako do filme O Grito), protagonista dos sustos mais cascudos do jogo, sempre é garantia de alguma cena aterradora. E não são poucas, sendo que muitas vezes o jogador é colocado em túneis sem saída, rios de sangue, chamas, sons de choros e vozes assustadoras. E como tudo isto normalmente vem do nada, já viu...



Para aqueles que curtem um jogo multiplayer (infelizmente nesse modo meu PC morre, ele não suporta devido a sua podre placa de vídeo — que já está quase sendo enterrada), F.E.A.R. conta com as modalidades Deathmatch e Capture the Flag para até 16 jogadores. E sim, com os recursos bullet-time e as armas do jogo.


Infelizmente para quem não possui uma placa de vídeo boa, no mínimo uma GeForce 6600 GT (não sei como consigo jogar numa 6200 TC, acho que meu PC faz milagre às vezes — pois jogo em 800x600, com a maioria das opções em medium e outras em High) o jogo fica um pouco feio, sem todos aqueles efeitos (no caso, as partículas de poeira, fumaça, distorção do calor perto das chamas, ondulações na água e etc.). Mas se você possui uma High-End, a coisa muda de figura e então você terá o jogo mais impressionante na sua frente.


Para finalizar, F.E.A.R. é um jogo divertido e repleto de ação do começo ao fim, visualmente impressionante e assustador até dizer chega. Se você tem um computador com uma configuração boa (boa digo, 3.0 GHz, 1 GB de RAM, placa de vídeo a partir da 6600 GT — se bem que da pra jogar com a 6200 TC) e é fã de jogos de tiro em primeira pessoa (e o principal, não tem vergonha de pular da cadeira a cada susto), F.E.A.R. é o jogo pra você!



Link do vídeo: F.E.A.R. – video.mpg (14,1 MB)


Um comentário:

Gringo disse...

Realmente muito bom.... zerei ele na semana passada e recomendo tb para quem gosta do estilo... o bom é joga-lo com calma pois a história é muito boa...
Lembrando que já saiu um tempo atrás a Expansão....
Grande abraço!