sexta-feira, 27 de julho de 2007

SUPER-HOMEM VERSUS APOCALYPSE - A REVANCHE

Excelente texto, ripado do Universo HQ:

SUPER-HOMEM VERSUS APOCALYPSE - A REVANCHE # 1 Título: SUPER-HOMEM VERSUS APOCALYPSE - A REVANCHE # 1 a 3 (Editora Abril) - Minissérie quinzenal em três edições

Autores: Dan Jurgens (roteiro e desenhos) e Brett Breeding (arte-final).

Preço: na época era variável, de acordo com uma tabela da editora

Número de páginas: 48

Data de lançamento: Maio a Junho de 1995

Sinopse: Após morrer e ressuscitar, Super-Homem ainda sente algo remoendo em seu interior. Essa sensação o leva a procurar respostas a respeito da abominável criatura Apocalypse, que desperta de seu sono, à deriva no espaço...

Positivo/Negativo: Em uma discussão das fases mais controversas da história do Homem de Aço, com certeza uma que não pode faltar é a respeito de sua morte.

SUPER-HOMEM VERSUS APOCALYPSE - A REVANCHE # 2 Alguns argumentam que, no final, só foi uma morte para alavancar vendas; outros acharam um momento interessante na DC, por estar privada de seu maior herói, enquanto uns se questionam: como um ser como Apocalypse surge do nada e "mata" o Super-Homem?

Para responder esta pergunta, o roteirista e desenhista do Super nessa fase, Dan Jurgens, lançou esta minissérie.

Deve-se admitir que ela mexe com algo muito incomum para um homem que é praticamente invulnerável a quase tudo no universo. Tudo, exceto o medo.

E é nesse medo que viaja o nêmesis inconstante de Kal-El, Apocalypse, cuja história é desvendada pouco a pouco por intermédio do lento rastro de destruição deixado pela besta ensandecida no próprio coração ardente de Apokolips.

Ao contrário do que se pode esperar, é o Super-Homem quem está à caça de seu inimigo, e não o contrário. Ele confronta o seu medo, enfrenta um inimigo inesperado, na face de Hank Henshaw, o Super Ciborgue, e se alia momentaneamente a um de seus mais ferrenhos rivais: Darkseid.

SUPER-HOMEM VERSUS APOCALYPSE - A REVANCHE # 3 Outro fator interessante seria a violência das imagens, explícitas nos atos de Apocalypse. O sangue jorra, cabeças são arrancadas e pessoas são divididas ao meio sem a menor cerimônia de Jurgens. Talvez seja um pouco mais lógico, visto que uma criatura do tamanho e força de Apocalypse não iria simplesmente "nocautear" alguém.

Um detalhe interessante da edição é a primeira capa, com um visual metálico. Já as ilustrações são inusitadas: cada número apresenta Super-Homem e Apocalypse se aproximando, um na visão do outro, até a capa da terceira, onde já estão se digladiando.

Mesmo que você não seja fã da fase Jurgens, de Clark Kent e seus cabelos compridos, esta é uma série interessante para quem quer ver uma aventura em que Kal-El é menos Super e mais homem.



Veja antes: O Retorno do Super-Homem
Veja antes: Super-Homem: Além da Morte
Veja antes:
Funeral para um Amigo
Veja antes:
A Morte do Super-Homem

2 comentários:

Bráulio disse...

Um dos melhores HQ'S que eu já li! Vale realmente à pena, baixar esse, e toda a história que antecede. Muito bom, mesmo...

dilson disse...

alguem poderia concertar o O Retorno do Super-Homem - 2 de 3.cbr???