sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Playboy Dezembro 2007 - Juliana Knust


Eu sei que demorou pra aparecer por aqui.
Mas aih está a Playboy de Dezembro de 2007.

Aproveitem!



Juliana Knust
Amamos Juliana desde o primeiro sorriso em Celebridade. Aos 23 anos, ela conseguiu povoar os sonhos da parcela masculina da audiência mesmo contracenando com Deborah Secco, Malu Mader e Cláudia Abreu. Desde então, é uma das estrelas mais pedidas pelos leitores de PLAYBOY. Toda vez que ela sorri, duas covinhas surgem em seu rosto. Irresistível!

Você encarnou uma stripper no filme Achados e Perdidos, como foi a preparação?
Para fazer as cenas, tive aulas de dança com uma ex-garota de programa e visitei os inferninhos de Copacabana. Durante as filmagens, fazia a novela Celebridade. De dia eu era a Sandra, toda certinha, e à noite eu era puta!

Os homens ficam inibidos em chegar junto em uma mulher famosa como você?
A maioria chega com respeito. Eles falam assim: "Pô, desculpe por estar incomodando, eu sei que todo mundo deve chegar em você, mas eu queria te conhecer".

Você disse que gosta de fazer uma farra. Qual a melhor que já fez?
Nossa, já fiz tantas! Recentemente fui para a Europa e quase enlouqueci. Em Amsterdã, dancei em cima do balcão de uma boate, ninguém me conhecia, uma beleza. Em Saint-Tropez, fui a uma praia de nudismo e fiquei totalmente pelada.

Nenhum comentário: