quinta-feira, 17 de abril de 2008

Homem-Aranha - Novíssimo Dia

Termina saga que mudou a vida do Homem-Aranha - e autores trocam acusações

Joe Quesada e J. Michael Straczynski discutem para saber quem apagou o passado recente do herói

"One More Day", a saga que prometia mudar totalmente a vida do Homem-Aranha, chegou ao fim em Amazing Spider-Man #545, que saiu semana passada nos EUA. E realmente mudou tudo.

Se não quiser ler spoilers, não siga.
*
*
*
Sim, Peter aceitou a proposta de Mefisto: para que Tia May sobreviva, ele dá em troca seu casamento com Mary Jane - os fatos e a memória dos dois. Peter acorda na manhã seguinte morando na casa de Tia May e vai a uma festa na coberura de... Harry Osborn, que está de volta de uma clínica para reabilitação de drogados na Europa. Estão presentes Flash Thompson, Mary Jane (que fica muda e some da festa por conta de uma briga com Peter não explicada) e duas novas personagens: Lily Hollister e Carlie Cooper, dois possíveis "casos" de Peter para o futuro.

E, na última página, o toque final: Peter voltou a usar os atiradores de teia. As teias orgânicas também foram apagadas da existência. E o mais importante: ninguém mais lembra que ele é o Homem-Aranha, apagando os fatos de Guerra Civil.

É o ambiente que o editor-chefe - e desenhista e co-roteirista da história - Joe Quesada queria para o Aranha: Peter solteiro, morando com a Tia May e às voltas com seus amigos clássicos. Além disso, previews das edições futuras parecem dizer que ele volta a ser fotógrafo do Clarim Diário.

Quesada realizou uma série de entrevistas com o site Comic Book Resources, onde revelou muito dos bastidores editorias de "One More Day" e os motivos para as mudanças. O site só publicou metade da entrevista até agora, mas o que Quesada já disse é o bastante para mexer com a cabeça dos fãs.

Sobre a volta dos atiradores de teia: "Enquanto a teia orgânica é legal, os atiradores mecânicos demonstram a engenhosidade e genialidade de Peter. E também geram aquelas situações em que ele fica sem fluido! (...) E deixe-me explicar que a Marvel Studios [divisão de cinema da Marvel] nunca nos pediu para transformar os atiradores de teia de mecânicos para orgânicos [como nos filmes], fizemos isso por conta própria. Fui eu que sugeri isto para Paul Jenkins [escritor do Aranha na época em que houve a mudança nos quadrinhos]".

O porquê de "One More Day": "Se o Aranha envelhecer e morrer com nossos leitores, é isso – ele estará acabado, nunca será o ídolo de futuros fãs. Se mantivermos o Aranha rejuvenescido e interessante para os fãs no horizonte, conseguimos não só isso, mas também o mantemos legal para quem acompanha suas aventuras há anos. Todo mundo vai ficar feliz com a decisão? Não, é claro que não – mas é como uma corrida de cavalos. No fim das contas, meu trabalho é manter estes personagens frescos e prontos para todo fã que aparecer".

Quanto ao fato de J.M. Straczynski ter pedido para retirar seu nome como escritor da última edição: "De certa forma, foi uma das melhores ferramentas de marketing que a última edição poderia ter (...). Mas, embora não esteja fora da alçada do que podemos fazer, não foi uma jogada marketeira intencional. (...) O que infelizmente aconteceu com os roteiros originais de Joe [Straczynski] é que não recebemos a história na metodologia e com a solução que esperávamos. O problema é que tínhamos quatro escritores e artistas já trabalhando em "Brand New Day" [a nova fase do Aranha] que estavam esperando o fim de "One More Day" da maneira que havíamos combinado. Os roteiros originais de Joe, especialmente o quarto, não faziam isso".

Quesada segue explicando que a forma como se apagaria o casamento de Peter e Mary Jane fora definida dois anos atrás em um encontro de escritores e editores. Straczynski avisou que deixaria a série principal do herói e pediu para escrever esta última história. Ao enviar o roteiro, porém, mudou de idéia e criou uma história onde Mefisto muda a vida do Aranha em um ponto determinado das histórias do início dos anos 70 - Peter convence Harry Osborn a tratar seu problema com as drogas, Harry e MJ continuam juntos, Gwen Stacy não morre e o casamento nunca acontece.

Quesada pediu a Straczynski para refazer o roteiro, como combinado, mas não gostou do resultado. Enfim, a última edição de "One More Day" acabou sendo reescrita por Quesada com os editores Axel Alonso e Tom Brevoort. Esse foi o motivo dos atrasos da saga, que deveria ter sido concluída em outubro.

Discutiu-se mesmo trazer Gwen Stacy de volta, mas, segundo Quesada, muitos criadores da editora apresentaram pontos válidos para não seguir com o plano - contra a vontade de Straczynski.

A última edição registra Straczynski e Quesada como co-escritores. A página final da história tem um pequeno agradecimento a Straczynski ("do pessoal da Marvel!"). Apesar da pequena rusga com a editora, Quesada disse que o escritor foi extremamente profissional e continua envolvido em projetos na Marvel.

Quanto a outro fato mencionado por Straczynski - sobre a história dos filhos de Gwen Stacy e Norman Osborn não ser culpa dele, mas de Quesada, já que Straczynski queria que os filhos dela fossem de Peter -, o editor-chefe disse: "O primeiro problema seria a repercussão de Peter e Gwen fazerem sexo sem proteção e não-casados. O segundo seria Peter ter filhos sem ser casado; embora não soubesse deles, a mídia poderia dar a entender isso. No fim das contas, o que não gostei mesmo foi da idéia de Peter com filhos. Tive que ser franco com Joe e dizer que não poderíamos fazer a história dessa forma, então sugeri que outra pessoa fosse o pai, como Norman. Aqui minha história difere da que Joe conta: só dei a sugestão de Norman, ele que deveria decidir escrever ou não a história [que ainda não havia começado]. (...) Então, sim, eu dei a idéia de Norman, mas entendi que Joe tinha gostado, pois fez toda a pesquisa para manter a história dentro da continuidade".

Em carta ao site Newsarama, Straczynski diz que contesta a idéia da Marvel de que tudo pode ser resolvido com "mágica", como Mefisto apagar as memórias de todo o universo sobre o casamento de Peter e Mary Jane. "É uma solução malfeita. Viola todas as regras de ficção e fantasia que eu e todo escritor de sci-fi e fantasia sabemos que não pode ser violada. É elementar."

O escritor ainda queria que "One More Day" tivesse acontecido antes, assim que Tia May levou um tiro, mas foi impedido pelos editores. "E sim, eu queriar apagar os gêmeos Gwen da continuidade, o que achei que poderia fazer quando saísse da série. Não me deixaram fazer isso, e, sim, fiquei puto. Fiquei com a culpa por algo do que queria me livrar e por um lapso que não foi meu", completa Straczynski, que diz respeitar a posição de Quesada como editor, apesar de não concordar com as decisões.

A entrevista com Quesada segue no Comic Book Resources nos próximos dias, e provavelmente deve resolver dúvidas dos fãs quanto ao impacto das mudanças na continuidade do Universo Marvel: a relação entre Harry e Norman Osborn, como Guerra Civil (e a identidade pública do Aranha) ficou afetada etc.

*Obs: Resumindo - Quesada cagou com a vida do Homem-Aranha!!! Alguns podem gostar, outros vão odiar. Tô no grupo que odeia!!! Morte ao Quesada!!!!




8 comentários:

Eduardo disse...

infelizmente é assim que funciona o capital norte americano sempre derespeitando o leitor, o que nos imaginavamos que seria evolução eles voltam tudo de novo e sem pé e nem cabeça, isso não é reformulação é covardia desrespeito e hipocresia, crie outros universo como o ultimate + não caguem no pau, é ridiculo porque eles não coloquem as dragonballs pra apagarem a mente de todos e recomeçar essa historia batida seria bem mais bonito, fotografo, a tia may que pela minhas contas é mais velha que o wolverine e outras coisas ridiculas que o universo marvel traz até você, a civil war a iniciativa a aniquilação o universo x tavam num rumo tão exitante que vem essa agora, acho que vão congelar o capitão america novamente e ressucitar o magneto outrazer alguem do futuro ou do passado bem limites pra encher o cu de dinheiro a marvel num tem né, ridiculo o homem aranha ao inves de ele se adequar ao novo ritimo em que sua identidade foi descoberta ser cientista vigador talvez um novo heroi inteligente como reed ou tony, o que nos fãs sempre sonhamos homem aranha bem evoluido.

quem sabe daqui mais 50 anos a marvel mude de atuitude e sai dessa covardia proposta por roterista sem imaginação e sem peito pra evoluir 1 personagem de extrema importancia, esperamos que isto seja 1 equivoco igual aquele em que o justiceiro ganha armas celestiais

aff!

Victor Gabriel disse...

Cadê as próximas edições do Walking Dead?!? Tô doido procurando elas mas não acho!!! Fiquei viciado no seu blog, tô gastando toda a conexão nele!!

zombie disse...

Cara...para q fazer uma merda dessas?auaahuaha! Nossaa..o q vão fazer agora? "Resetar" os X-men ? Todo mundo de volta a cademia com o Xavier ? Como será q irão reviver o Cap. América? Ou era um clone q morreu?ahuuha! A Marvel já era...a DC dá os seus jeitos com as crises, mas os presonagens de lá evouem e envelhecem sim, aos poucos...BEM aos poucos !Q merda de saga essa!:D

Superspider disse...

Concordo totalmente, avacalharam tudo. Depois da Guerra civil e da Iniciativa que foram fantasticas pro Aranha. Vem o Quesada e apaga tudo! A maior merda que eles fizeram!!!!!

me109g3 disse...

As vendas da revista do homem-aranha tavam tão ruins assim para eles inventarem essa palhaçada?
Só falta, mais para frente, o homem-aranha conseguir desfazer o acordo com mefisto, e voltar ao normal.

Superspider disse...

Tavam ruins nada, vendia que nem água. Sempre tinha reimpressão porque se esgotava. Até agora não consigo entender o porque disso. E a desculpa usada é para que novos leitores conheçam e acompanhem o herói. Não é pra isso que existe o universo ultimate? Porra, se criaram ele pra te uma maior liberdade de criação no Homem-Aranha, então que deixassem o senhor Parker em paz e continuassem a mostrar a vida do Peter ao lado da MJ. Não duvido que daqui mais um tempo não façam isso no Aranha Ultimate, pra da uma renovada nele. Sinceramente, as crises da DC são melhores que essas invenções da Marvel.

bahamut disse...

A Marvel não cansa de fazer merda ¬¬
Deram reset no Homem Aranha, sem falar das porcarias q estão fazendo com os X-Men, se eles estão me respeitando como leitora significa q não precisam do meu dinheiro ¬¬
Então não compro mais, eu não gasto o meu dinheiro "suado" e eles podem fazer as merdas q quiserem


*Leitora deste dos 10 anos, hj com 23, desabafando

eumesmo17 disse...

Eu gostei... as revistas antigas tao ai, leiam e etc... mas como já me falaram uma vez: Homem-aranha revolucionou porque trazia os problemas reais para o quadrinho, mas nao quero ler um cara com problemas financeiros, casado, com ejaculação precoce e cheio de parentes mortos... a melhor fase do aranha foi o inicio dele, adolescente e etc. porque nao ter isso de volta:?