segunda-feira, 7 de abril de 2008

Os Poderosos Vingadores - 01 à 05 (Série Regular)

A partir de fevereiro os Vingadores serão duas equipes, divididas em dois títulos mensais nos quadrinhos estadunidenses. De um lado, em New Avengers, está a equipe renegada, formada por Luke Cage, Homem-Aranha, Wolverine, Mulher-Aranha, Punho de Ferro, Dr. Estranho, Ronin e Eco. Do outro, em Mighty Avengers, está a equipe sancionada pelo governo, composta por Homem de Ferro (não necessariamente Tony Stark), Vespa, Magnum, Tigresa, Ares, Sentinela e Viúva Negra. No meio disso tudo, está o roteirista Brian Bendis, que escreverá ambos os títulos.

Inicialmente, Bendis disse que haveria uma divisão bem clara entre os dois grupos de Vingadores. Migthy Avengers seria mais focado para a ação e traria o grupo enfrentando inimigos clássicos dos Vingadores, sendo o primeiro deles uma versão feminina do robô Ultron; já New Avengers mostraria o grupo lutando para desvendar a conspiração que existe no Universo Marvel e as pessoas por trás dela.

No entanto, duas perguntas têm sido freqüentemente feitas ao roteirista e ele finalmente as respondeu. A primeira diz respeito à ausência do Capitão América em ambas as equipes de Vingadores. A segunda é relativa justamente à formação dos Novos Vingadores. Afinal, como e por que personagens tão dicotômicos e com tão pouco em comum conseguiram se unir em um grupo clandestino com o objetivo de combater o crime? Com a palavra, em entrevista ao Newsarama, Bendis.

Sobre o Capitão América: "Isso será respondido tanto nas páginas do título solo do Capitão quanto no nosso [New Avengers]. Mas esse é o grupo do Capitão. Ele disse a essas pessoas que eles são os Vingadores, então é por isso que elas o são. E o que isso significa e como isso motiva o grupo é uma grande parte do porquê da série existir após Civil War. Estas pessoas estão juntas por uma razão e o fato de a pessoa que os reuniu não estar fisicamente ali não significa que essa razão não importa".

Sobre o motivo da nova formação dos Novos Vingadores funcionar: "Há uma fala em New Avengers #27 [a estréia do novo grupo] onde alguém pergunta 'O quê faz de nós Vingadores?' e acho que Luke [Cage] diz 'O Capitão América disse que somos os Vingadores'". E isso resume a questão.

Falando sobre outros aspectos de ambos os títulos, Bendis deixou claro que tanto a tal conspiração que existe no Universo Marvel e que é responsável por eventos tais como a Guerra Secreta e Civil War será revelada ainda esse ano, assim como a identidade secreta do Ronin. Na verdade, a conspiração será revelada logo de cara, no primeiro arco do título. Isso levará ao surgimento de um novo e poderoso inimigo para o grupo, um personagem do terceiro (ou mesmo quarto) escalão da Marvel, que vai subir direto para a primeira divisão do Universo Marvel.

Na visão do roteirista, ao final de toda guerra há um boom do crime organizado, especialmente nos Estados Unidos. Só que, ao invés de trazer o Rei do Crime Wilson Fisk de novo ao topo, Bendis preferiu mudar um pouco o foco. O novo Rei do Crime seria um supervilão e sua esfera de poder estaria ligada aos supervilões do Universo Marvel. Seria uma espécie de Rei do Supercrime. A princípio, Bendis pensou em criar alguém totalmente novo para o posto, mas acabou optando por usar um personagem que já tivesse uma ligação prévia com o Universo Marvel. O nome você conhece no parágrafo a seguir.

Bendis optou por The Hood, personagem bastante obscuro com apenas duas aparições na editora, em uma minissérie solo escrita por Brian K. Vaughan e na mini Beyond. Bendis explicou o porquê da escolha: "The Hood foi uma ótima série limitada que Brian escreveu há alguns anos na qual ele introduziu um novo vilão chamado Parker Robbins, que descobriu... Que roubou... umas botas e um capuz que lhe deram poderes. Ele já era um criminoso e a história mostra o nascimento de um vilão superpoderoso".


"E se você olhar para a mini como as seqüências de Robert De Niro em
O Poderoso Chefão 2, estará vendo como uma pessoa pode se erguer a ponto de se tornar o 'poderoso chefão' de todos os supervilões, com essa guerra sendo a oportunidade perfeita para tirar vantagem do que aconteceu", continua Bendis. "E, devido à natureza de seus poderes, ele está em uma posição de causar muito dano às pessoas que não o escutarem ou não fizerem o que ele manda. Então, enquanto tudo aquilo aconteceu durante a guerra civil, veremos como The Hood saiu literalmente da terceira divisão dos vilões da Marvel para o posto do supervilão mais temido do universo da editora. E ele o fez sem quase nenhum esforço, porque todos os super-heróis estavam muito ocupados para detê-lo."

Falando sobre a interação entre os dois grupos de Vingadores, Bendis disse que ambos vão entrar em conflito logo de cara. É como um jogo de gato e rato: enquanto os Novos Vingadores estão perseguindo a(s) pessoa(s) por trás da dita conspiração, eles também estão sendo perseguidos pelo grupo chapa-branca de Vingadores.


Um comentário:

nerdizinha disse...

Os links estão off, alguém poderia coloca-los de volta? Desde já, obrigada! E ótimo blog. Amei.