domingo, 2 de novembro de 2008

De Salvador Sanz: Legião

Quando pode a arte ser um instrumento de destruição?! Uma nova cor, uma melodia nunca composta, uma escultura exótica e quatro pessoas perdidas em meio uma invasão nos céus de Buenos Aires! O cineasta, roteirista e artista argentino Salvador Sanz transcende todas as barreiras mentais e nos traz essa maravilhosa obra que causaria arrepios em Warren Ellis!
Tradução e letras de WarLord
Revisão de Von DEWS!

Um comentário:

Mizael disse...

Eu gosaria se possivel mais quadrinhos de " Legião" cujo o altor e "Salvador Sanz".
Obrigado.